Nova Fátima

Prefeito: Roberto Carlos Messias

* Área (Km2): 281,825

* Distância da Sede à capital (Km): 365

* Distritos Administrativos: 1

* Comarca a que pertence: Nova Fátima

* Data de instalação do município:

14/12/1952

* Aniversário da cidade: 14 de dezembro

* Altitude (m): 673

* Site da prefeitura:

www.novafatima.pr.gov.br

* Gentílico: Fatinense

A História

O início da colonização da região do Município de Nova Fátima ocorreu por volta de 1940, quando chegou o primeiro pioneiro e se instalou nesta localidade.

Este pioneiro com o objetivo de criar um patrimônio adquiriu novas terras e fez o loteamento. Município de predominância agropecuária teve seu crescimento calcado na cultura cafeeira, que juntamente com outras culturas de subsistência como milhoarroz e feijão foram introduzidos pelos pioneiros.

Os primeiros moradores da região onde hoje se localiza o Município de Nova Fátima, foram, João Canedo, Pedro Marçal Ribeiro, João Batista Fróes, Sebastião Nicolau Fróes, José Fernandes Fróes, Martiniano de Campos e Rosa Adriano Consolim. Esses pioneiros fundaram no local, em terras então pertencentes à Maria da Conceição de Carvalho Macedo, uma pequena povoação que recebeu a denominação de Divisora, por servir de divisa entre três fazendas. Em 1940, chegou à região, Antônio José Fogaça, também conhecido por Antônio da Luz, o qual adquiriu 10 alqueires de terras próximas ao povoado de Divisora, loteando-os com objetivo de ali fundar um Patrimônio.

Daí em diante, toda a localidade passou a ser conhecida como “Patrimônio da Luz”” por influência do apelido de seu proprietário. Como pioneiros e fundadores do Patrimônio da Luz, destacaram-se, também, Gustavo Schenfelder, Lupércio Amaral Soares e Carlos Ross, que promoveram o loteamento de suas terras ampliando a área do povoado.

Em 1944, foi inaugurada a capela de Nossa Senhora da Luz, padroeira da localidade, passando, dessa data em diante, também o povoado a assim denominar-se. Posteriormente, o Patrimônio passou a ser conhecido pelo nome de Tulhas em substituição à denominação anterior a Nossa Senhora da Luz. Em 1947, foi criado o Distrito Administrativo de Tulhas, pertencendo ao Município de Congonhinhas e, em 1951, foi elevado à categoria de município, tendo o seu nome mudado de Tulhas para Nova Fátima. A denominação de Nova Fátima dada ao município, foi sugerida por Dom Geraldo de Proença Sigaud, bispo de Jacarezinho, por ter encontrado certa semelhança entre a topografia local e a de Fátima, em Portugal.

Criado através da Lei Estadual nº 790, de 14 de novembro de 1951, e instalado em 14 de dezembro de 1952, foi desmembrado de Congonhinhas.

Nova Fátima antes de sua elevação a categoria de município passou por outras denominações: Divisora, Patrimonio da Luz e Tulhas. A família Luz foi uma primeiras a se instalar no município. A suinocultura era explorada extensivamente tipo “safra” e José Pires foi dos principais produtores nos anos de l940 e os animais eram tocados até Santo Antônio da Platina.

Área

282,99 km²

IDHM

0,688

Faixa do IDHM

Médio (IDHM entre 0,600 e 0,699)

População

8.147 hab.

Densidade demográfica

28,81 hab/km²

Ano de instalação

1951

Microrregião

Cornélio Procópio

Mesorregião

Norte Pioneiro Paranaense

LIMITES

Cornélio Procópio, Ribeirão do Pinhal, Congonhinhas, Santo Antônio do Paraíso, São Sebastião da Amoreira e Nova América da Colina

LINKS ÚTEIS